Páginas

quarta-feira, 29 de junho de 2011



Hoje vi uma cena linda, que se passou entre uma mãe, grávida e uma filha de mais ou menos 5 anos.
Elas estavam sentadas aguardando atendimento em um consultório médico.
A menina segurava um cavalinho de pelúcia e "conversava" com ele a respeito do irmão. (a mãe fazia a voz, claro).
- Você vai ter um irmãozinho?
- Vou.
- E você quer ter um irmãozinho?
- Eu queria que fosse menina, mas é menino...
- Como você sabe que vai ser um menino?
- Mamãe foi no médico e ele disse que é menino...
- Mas Papai do céu quis que seu irmãozinho fosse menino, isso é legal!
- Mas podia ser uma menininha...
- Mas vocês vão brincar juntos, e você vai poder fazer carinho nele.
- Certo, mas não quero que ele mexa nos meus brinquedos.
- Ah tá, mas ele vai ter os brinquedos dele também e vocês podem trocar de vez em quando. E vocês vão poder assistir desenhos juntos.
- Tá bem, mas não pode assistir desenho a noite, porque é hora de dormir.
- É mesmo, a noite é hora de dormir... Vê só, se o seu irmãozinho vai ser menino, ele não vai usar o seus batons.
- É, meus batons vão ficar só pra mim...


Achei a cena uma graça! Pena que tive que sair e não pude acompanhar o desenrolar da conversa.
Fiquei pensando em quantos ais dedicam hoje em dia esse tipo de atenção aos seus filhos, ou qualquer outro tipo.
A realidade é que o diálogo entre as famílias se faz cada vez mais escasso...


O que estamos fazendo para mudar isso?


A simplicidade de uma conversa entre mãe e filha me encantou. Isso fez eu me desligar dos pensamentos que ocupavam minha mente e tornou meu dia mais doce.

6 comentários:

  1. Sim! Tem faltado muita atenção aos filhos mesmo. Enchem eles de Ipod, celulares isso e aquio, e esquecem do carinho mesmo, da conversa, do esclarecimento.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  2. Que gracinha. Hoje em dia falta muito isso nas famílias, infelizmente!
    Que bom que você gostou da ideia do sorteio :) Só preciso que você preencha os seus dados certinhos pra poder participar. Agora eu incoporei um formulário para facilitar. Não deixe de passar lá e concorrer :)
    beijão

    ResponderExcluir
  3. que lindo Ellen, existem coisas tão simples e insignificantes para alguns que tornam nosso dia melhor e claro nossas atitudes e nosso caráter são formados por esses detalhes!

    ResponderExcluir
  4. É uma pena que os pais de hoje, por conta de tantas atividades, estejam perdendo os pequenos e ricos momentos ao lado de seus filhos. O resultado disso é pais e filhos desencontrados que crescem sem direção e referencial. Mas você foi capaz de parar um instante e fotografar esse curto diálogo, com brilho, encanto e sensibilidade. Você é a prova viva de que nem tudo está perdido. Ellinha, somos dois e somos muitos! Beijo. Estava com saudades de vir aqui. Não some não!

    ResponderExcluir
  5. Sim, para ter esses momentos doces é necessário pausar :)! - e as pessoas andam muito apressadas e por isso muito detalhes lindos se passam desapercebidos.

    Que bom que essa mãe resolveu fazer diferente.Por aqui os pais trazem os brinquedos e soltam os meninos nos consultórios médicos, tipo,"vai te ocupar e me de deixa em paz", sabe?

    Bjus

    ResponderExcluir
  6. Realmente gente, falta atençao e carinho e muitas vezes sobra dinheiro e presentes!
    Ainda bem que alguns fazem diferente!
    Xero para todos!

    ResponderExcluir

Deixe seu carinho...